www.escoladebicicleta.com.br
Segurança no trânsito - Pedalar na Cidade
 

Página de entrada »

Contato »

 
O trânsito tem vida própria

Horário de pico
Toda cidade tem seus horários de pico, mas a distribuição da carga de trânsito varia a cada minuto, a cada hora, em cada local. Uma área e até mesmo uma via pode ser perigosa em determinado momento do dia e muito tranqüila nos outros horários. Como exemplo, um caminho de mão única poderá ter um trânsito rápido e agressivo só na hora que os pais entregam seus filhos na escola. No resto do dia não passa praticamente ninguém por lá porque a maioria dos mesmos pais pega seus filhos voltando do trabalho, portanto chegam à escola por outros caminhos.

Luz
Posição do sol: Incidência de luz no nascer e pôr do sol em algumas vias atrapalha muito a visão do motorista e diminui a segurança geral dele e de todos que estão próximos. Outro problema comum em cidades com construções modernas é a reflexão de luz em vidros espelhados.

Carros de vidro escuro
Um fenômeno novo, mas muito preocupante para todos, é o uso indevido e abusivo de vidros escuros que não permite o contato visual com o motorista. Para o ciclista, em particular, a convivência no trânsito com estes veículos é uma situação de alto risco, porque nunca se sabe para onde está voltada a atenção do motorista.

Pedalar na cidade
Qual é o perfil de cada área da cidade? Há muitas variações, mas abaixo damos uma pequena referência do que é mais comum encontrar e das formas de pedalar com segurança.
 

pedalar no centro da cidade

 
Regiões centrais da cidade:

Trânsito carregado

  • onde há comércio há mais gente
  • quanto mais gente menor o espaço
  • quanto mais carros menor o espaço na via
  • com mais pessoas circulando o número total de erros é maior

    Trânsito organizado

  • locais de maior trânsito têm melhor sinalização e melhor fiscalização

    Trânsito disciplinado

  • mais fiscalização melhora o comportamento das pessoas
  • as pessoas cometem menos erros pois ficam mais atentas

    O condutor experiente e seu veículo no trânsito

  • o condutor normalmente tem muita prática
  • seus veículos normalmente tem boas condições de uso
  • o condutor é previsível no trânsito

    Tensão

  • a partir de um nível de saturação do espaço aumenta a tensão geral de todos que ali estão
  • quanto maior o trânsito mais tenso é conduzir um veículo

    Probabilidade de incidente

  • pequenos incidentes sem conseqüências chegam a ser normais
  • quem sabe que os incidentes acontecem trafega tranqüilo
  • quem faz drama a cada incidente fica tenso e aumenta a possibilidade real de se envolver num acidente

    Probabilidade de acidente

  • em vias de baixa velocidade a probabilidade é baixa ou quase zero
  • carro parado não atropela
  • em vias de velocidade média com número grande de semáforos, paradas obrigatórias ou interferências a probabilidade de acidente é baixa
  • cuidado especial em esquinas e cruzamento de pedestres
  • ônibus e veículos de carga são perigosos pois muitas vezes não conseguem ver a bicicleta
  • as vias expressas não são recomendáveis para ciclistas

    Como pedalar na cidade?

  • se o trânsito está parado, vá em frente com cuidado
  • se estiver melhor para ir a pé, pare a bicicleta e vá a pé

    evite:

  • forçar a barra
  • trafegar junto a ônibus ou caminhões
  • disputar espaço
  • pedalar onde não possa ser visto
  • ficar inesperadamente entre veículos

    jamais:

  • pedalar na contra-mão
  • ficar entre ônibus ou, pior, caminhões
  • pedalar muito próximo do meio fio
  • brigar, xingar...

    cuidado:

  • com pedestres em geral
  • quando o trânsito começa a se movimentar
  • bicicleta de entrega
  • motociclistas apressados

    movimentando-se:

  • ir com o trânsito
  • em trânsito lento tome espaço como se fosse um carro
  • posicionar-se mais ao centro para não ser ultrapassado nas esquinas
  • sinalizar as suas ações (aprenda as sinalizações convencionais neste site)

    Procure melhores opções de ruas mais tranqüilas.
     

  • pedalar num bairro mais tranquilo

     
    Pedalar num bairro mais tranquilo: pouco trânsito

  • onde só há residências há menos gente e sobra espaço nas vias
  • locais de pouco trânsito têm menos sinalização e pouca ou nenhuma fiscalização

    Cuidado com a disciplina da população:

  • muito espaço dá sensação de liberdade
  • pessoas tendem a não se preocupar tanto com regras e leis
  • a condução do veículo fica despreocupada, distraída, o que facilitam os erros
  • há excesso de confiança das pessoas nos cruzamentos

    Tranqüilidade

  • é possível ouvir o pouco trânsito o que aumenta muito a segurança
  • a qualidade do condutor e de seu veículo em ruas vazias é menos importante, ocasionando menos acidentes.
  • a probabilidade de problema, incidente ou acidente é baixa ou muito baixa

    Dicas e cuidados nos bairros mais tranqüilos:

  • no uso cotidiano da bicicleta como meio de locomoção, alterne sempre sua rota de tráfego, para evitar a rotina e os assaltos.
  • saindo dos bairros mais calmos, evite cruzar avenidas ou ruas movimentadas em local perigoso
  • jamais pedale na contra-mão
  • cuidado nas esquinas e cruzamentos
  • descidas: muito cuidado
  • num passeio ou uso diário da bicicleta, procure novos caminhos...
  • seja simpático com o pessoal do pedaço
     
  • pedalando na periferia

     
    Pedalando na periferia

  • vias normalmente precárias
  • rotas principais normalmente saturadas e perigosas
  • vias estreitas para a quantidade de veículos
  • mistura perigosa de veículos grandes e pequenos

    A organização do trânsito é baixa, precária, não raro caótica ou inexistente

    Disciplina

  • normalmente não há disciplina nem fiscalização - cada um faz o que quer
  • precariedade urbana induz ao salve-se quem puder

    A qualidade do condutor e veículo

  • muitos não tem história com carro e dirigem mal
  • veículos em más condições de uso, sem manutenção
  • ciclistas e pedestres não seguem nenhuma regra

    Tensão

  • nos horários de pico e finais de semana é alta
  • nos horários de menor trânsito de veículos a tensão tende a ser mais baixa, mas o perigo do trânsito pode aumentar, pelo aumento da velocidade dos veículos e seus motoristas indisciplinados.

    Probabilidade de incidente e acidente

  • constante, mas a maioria não faz idéia que houve um incidente e a coisa fica por isso mesmo
  • reclamar de incidente, no caso, não faz parte do jogo
  • os motivos dos acidentes variam muito mais que em bairros estabilizados e estruturados.

    Como pedalar na periferia?

  • seja sempre educado e simpático e mantenha a formalidade
  • evite qualquer tipo de briga ou discussão. A coisa ficou muito confusa? Deixa para lá.
  • pense correto: a maioria das periferias é "cidade dormitório", portanto local de trabalhador e suas famílias
  • jamais entre em área crítica com farol ligado. Ficou muito feio? Desliga o farol imediatamente - e a lanterna traseira também
  • jamais seja preconceituoso ou desrespeitoso
  • cuidado com crianças brincando
  • cuidado: o trânsito não tem regras
     
  • Pedalar no meio do trânsito com segurança »
    Escola de Bicicleta - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta página sem prévia autorização. Política do Site »