www.escoladebicicleta.com.br
capítulo 7. corpo  

   . cuidados

   . as reações do corpo

   . o esqueleto

   . os músculos

   » contato

   » início

   » mapa do site

    1. experimentar sem errar
    2. aprender a pedalar
    3. voltando a pedalar
    4. pedalar no trânsito
    5. pedalar melhor
    6. ir mais longe
    7. corpo
    8. saúde
    9. alimentação
  10. vestuário
  11. idosos e a bicicleta
  12. iniciar no esporte
  13. cicloturismo
  14. a história da bicicleta
  15. política e ativismo
  16. a bicicleta
  17. que bicicleta comprar
  18. segurança mecânica
  19. o cliente e a bicicletaria
  20. estacionamento e roubo
  21. equipamentos
  22. mecânica de bicicletas
  23. emergências do ciclista
  24. nossa equipe
  25. nossos serviços
  26. links
  27. livros e referências
  28. política do site
 

 
"Nosso corpo é nosso templo, nossa vida deve ser nossa religião e cuidar dela nosso ato de fé".

A cultura do corpo e da aparência

Faz parte de nós cultuar o corpo, a aparência e o vestuário. O que diferencia nosso tempo de épocas passadas é a qualidade, quantidade e disponibilidade de informações sobre como cuidar corretamente de nosso corpo e satisfazer as vaidades ou necessidades. Muita informação pode ser, ao mesmo tempo, uma vantagem e um perigo.

Provavelmente o maior erro de nosso tempo é a cobrança desmedida para que se atenda a padrões de beleza e comportamento, quase sempre irreais para a maioria. Cabe ao discernimento de cada um saber o que vale a pena e o que não passa de ilusão comercial.

A Escola de Bicicleta acredita que todas as questões relativas à nossa vida individual, em especial à vida do ciclista, passam pela educação básica, para construir alicerces sólidos de uma vida mais consistente e feliz.
Caminhar às cegas é sempre perigoso. Cultura é sempre uma luz.

A segurança e a integridade física do ciclista estão diretamente relacionadas aos cuidados com o corpo, roupas, vestuário e acessórios.

Quem é o ciclista?

Alguém meio sujo, suado e vestido com roupas coladas? Um esportista privilegiado que é muito forte para pedalar sua bicicleta pelas ruas? Um pobre que não tem outra opção de transporte? O cara que chega fedido no trabalho?
Talvez a pergunta seja: dá para usar a bicicleta e parecer com uma pessoa normal?
Boa pergunta! O que é normal? Controlar as condições de temperatura ambiente do automóvel para chegar seco e cheiroso? Sentar-se confortavelmente e locomover-se com o menor esforço possível? Ter vergonha de sua aparência? Preocupar-se com o que os outros dizem?

Todas as perguntas acima não têm sentido. A única coisa importante nesta vida é ser sadio, feliz, aberto para o que a vida nos oferece. Parecer estranho, estar suado, pobre ou rico, de automóvel, roupa bem passada, cheiroso, parecer normal - ser de tudo um pouco, ter liberdade de escolha e sensatez de opção para o momento. Simples!

O que importa de fato é ter mente e corpo equilibrado; o único caminho para a felicidade, o objetivo final do ser humano e da humanidade. E a bicicleta ajuda muito neste caminho porque traz muitos benefícios para o corpo e mente, mesmo que haja alguns pequenos inconvenientes óbvios. Óbvios, mas possíveis de serem minorados. É disto que vamos tratar aqui.
 

cuidados

 
De maneira muito primária podemos dizer que nosso corpo é formado basicamente por duas faces: a externa e a interna.

  • externa é tudo que podemos ver: pele, cabelos, pelos, olhos, língua, dentes, unhas, etc...

  • interna é quase tudo que não podemos ver: pulmão, estômago, fígado, cérebro, veias, ossos, músculos, etc...

    Para conseguir o equilíbrio do corpo é necessário cuidar tanto do equilíbrio externo como do interno.
    Não basta ter aparência.

    Musculatura e alongamento

    Antes de alongar faça um leve aquecimento na musculatura do corpo, andando, pedalando ou movimentando-se de maneira leve e suave.

    Para que alongar-se ?

  • para relaxar

  • prevenir lesões musculares

  • aumentar a amplitude dos movimentos do corpo

  • melhorar coordenação motora

    Quando alongar-se?

  • quando se está tenso

  • sempre antes de qualquer exercício

  • no meio de um uma prática esportiva demorada

  • depois do exercício físico

  • em qualquer hora, qualquer lugar, por qualquer razão, quando sentir vontade

    O que é alongamento?

  • espreguiçar, no mínimo

  • aquecimento não é alongamento

  • tomar consciência do corpo

  • no esporte, refinar a técnica de uso da musculatura e do corpo

  • manter-se pelo menos 20 segundos em cada posição

  • dar tranco no músculo não é alongar-se

  • há uma seqüência de alongamento para cada exercício / esporte

  • há um alongamento correto para cada momento

  • há uma técnica específica para o correto alongamento

  • um pouco de incomodo pode ocorrer, sentir dor forte não

    Tipos de alongamento

  • de aquecimento: antes do esforço muscular

  • de recuperação: melhora a "respiração" e recupera o músculo

  • de flexibilidade: aumenta a amplitude dos músculos e movimentos

  • de relaxamento

    Uma correta respiração - calma e prolongada - é extremamente importante para um bom alongamento. Nunca prenda a respiração durante o alongamento.

    Massagem

    O nosso corpo tem, muito basicamente, três camadas que podem ser massageadas: pele, musculatura superficial e musculatura profunda.

    É possível conseguir um bom nível de relaxamento geral simplesmente apalpando o próprio corpo, mas o ideal é que se busque um conhecimento mínimo de como são e onde estão os principais músculos do corpo e quais os movimentos mais adequados para massageá-los.

    Há diversas técnicas de massagem, algumas muito simples de aplicar. Uma boa livraria terá várias opções sobre o assunto.

    Divirta-se e descubra seu corpo. Ou do outro.

    Auto massagem

    Massageie uma área do corpo por vez.

  • para relaxar: massageie do tronco para as pontas dos membros

  • beliscando levemente a pele

  • alisando os músculos

  • amassando os músculos

  • apertando os músculos nos pontos doloridos

  • esfregando os músculos

  • batendo suavemente nos músculos

  • não esquecer do rosto e couro cabeludo

    Outras opções

  • andar descalço na areia, grama, terra

  • usar aparelhos de auto massagem chineses - feitos com rodinhas

  • bola de tênis sob os pés

  • cachoeira, ondas do mar
     
  • as reações do corpo

     
    Percebendo as necessidades de seu corpo:

    Normalmente não prestamos atenção às reações do nosso próprio corpo. Prestando mais atenção, geralmente conseguimos algumas respostas para os males que nos afligem, quando pedalamos.
    Tomar consciência das reações do corpo ajuda muito, por exemplo, na hora de escolher a roupa correta para a situação.

    Alguns pontos para pensar:

  • como o seu corpo reage ao frio, ao calor, à umidade?

  • como sua cabeça reage às temperaturas?

  • como você reage às mudanças de temperatura da manhã e da noite?

  • como você encara a chuva?

  • quanto seu corpo transpira? Onde?

  • em que condições seu corpo transpira mais ou menos?

  • qual é a parte de seu corpo que mais transpira?

  • qual é a parte de seu corpo que é mais sensível ao clima?

  • há alguma parte de seu corpo mais sensível a algum tecido?

  • qual a parte de seu corpo que mais sofre com as mudanças de temperatura?

  • etc...
     
  • o esqueleto

    os músculos

    capítulo 8: saúde »
    Escola de Bicicleta - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta página sem prévia autorização. Política do Site »