www.escoladebicicleta.com.br
capítulo 3. voltando a pedalar  

   . a primeira pedalada

   . com que bicicleta?

   . o corpo a idade e...

   . voltar a pedalar

   . nível esportivo

   . cuidados necessários

   . dicas importantes

   » contato

   » início

   » mapa do site

    1. experimentar sem errar
    2. aprender a pedalar
    3. voltando a pedalar
    4. pedalar no trânsito
    5. pedalar melhor
    6. ir mais longe
    7. corpo
    8. saúde
    9. alimentação
  10. vestuário
  11. idosos e a bicicleta
  12. iniciar no esporte
  13. cicloturismo
  14. a história da bicicleta
  15. política e ativismo
  16. a bicicleta
  17. que bicicleta comprar
  18. segurança mecânica
  19. o cliente e a bicicletaria
  20. estacionamento e roubo
  21. equipamentos
  22. mecânica de bicicletas
  23. emergências do ciclista
  24. nossa equipe
  25. nossos serviços
  26. links
  27. livros e referências
  28. política do site
 

 
Voltar a pedalar é fácil, divertido, uma brincadeira. A bicicleta incorpora uma leveza ligada à juventude.
O número de pessoas que voltam a pedalar depois de muitos anos, quando já adultos, é grande. Quem retorna da maneira correta sente-se feliz com a experiência e segue em frente.

Para voltar a pedalar é necessário tomar alguns cuidados, sendo o mais importante controlar o entusiasmo. O erro mais comum costuma ser montar na bicicleta, sentir aquela juventude correndo nas veias, sair feito um louco para longas distâncias. No dia seguinte provavelmente estará dolorido, talvez até machucado. No mínimo, terá problemas para sentar. Controle-se.

Reiniciar qualquer prática esportiva requer um pouco de orientação, bom senso e, acima de tudo, total controle sobre o entusiasmo. Provavelmente voce não estará calejado o suficiente para um convívio um pouco mais longo com o selim.

A qualidade das bicicletas melhora a cada dia. Hoje é possível encontrar um modelo específico para cada necessidade. Hoje existem selins de várias formas projetados para diversas utilizações. Pesquise e escolha o que for mais confortável.

Chega de conversa. Vá lá e divirta-se.
Se precisar de orientação, entre em contato por meio de nosso email.

Cuidado (para pensar)

  • imaginar que você é um adolescente e pode tudo

  • excesso de entusiasmo pode trazer conseqüências desagradáveis

  • não recomece com uma bicicleta imprópria para você

  • vá devagar; não fique horas pedalando já na primeira saída

  • evite pedalar em locais movimentados sem a devida prática

    Recomece pedalando em locais sem trânsito mesmo que sua coordenação motora seja boa. É fundamental a readaptação.
    A melhor estratégia para voltar a pedalar é pensar em resultados para longo prazo, como qualquer treinamento esportivo.

    A bicicleta consegue fazer milagres na vida de uma pessoa, pode acreditar, mas use-a com bom senso.

    Recomeçar já é um treinamento, pelo menos a base dele

    "Onde pretendo chegar daqui a seis meses, um ano, dois anos?", esta é a pergunta correta que se deve fazer a si próprio. Objetivos claros, sempre. Quem pensa desta forma normalmente alcança seus objetivos antes do esperado, de maneira mais consistente e com um ótimo resultado.

    O que não se deve fazer em relação à bicicleta:

    Não tome como primeiro passo para o seu retorno a compra de uma bicicleta no primeiro supermercado que aparecer na frente. Sugerimos que visite algumas boas bicicletarias e veja o que existe no mercado.
    Visite os capítulos "Que bicicleta comprar" e "Bicicletaria" neste site.
     

  • a primeira pedalada

     
    Não existe nada mais errado do que alugar uma bicicleta para ver como se sente pedalando. A experiência provavelmente vai sair pela culatra porque normalmente as bicicletas de aluguel são péssimas e apresentam más condições de funcionamento; portanto, comece bem:

  • procure um amigo que tenha uma bicicleta do seu tamanho, ou use sua velha bicicleta mesmo. Mas não deixe de experimentar uma das novas.

  • não fique mais de 15 minutos sobre a bicicleta neste primeiro momento.

  • pedale um pouco em local calmo para readaptar-se à bicicleta.

  • começar na calçada, respeitando os pedestres é uma boa opção.

  • evite parques nos fins de semana, porque são muito movimentados e o número de acidentes envolvendo ciclistas costuma ser grande.

  • nada de grandes velocidades, ou quase parando: são situações igualmente perigosas.

  • inicie em pequenos trajetos, no plano e sem grandes obstáculos.

  • não tenha a menor vergonha de empurrar a bicicleta, caso necessário.

  • lembre sempre que o selim é incômodo. Se você agüenta pedalar, talvez não agüente sentar tanto tempo. Mas todo mundo se acostuma e sempre há um selim mais apropriado para você.
     
  • com que bicicleta?

     
    Aquela bicicleta maravilhosa do passado talvez não seja a mais adequada para as suas necessidades atuais. Com certeza hoje há opções melhores para você.

  • uma boa suspensão faz milagres.

  • duas suspensões (dianteira e traseira) fazem ainda mais milagres.

    Para pensar: Você talvez não possa comprar uma Ferrari, mas uma boa bicicleta sim.
     

  • o corpo, a idade e a bicicleta

     
    Entender a diferença e não se machucar: pedalar pode ser um exercício de baixíssimo impacto ou esporte de esforço extremo. Depende de como é praticado.

    A Escola de Bicicleta tem como objetivo formar a cultura de usuários de bicicleta e ciclistas amadores, orientando-os para que encontrem segurança e equilíbrio, mantendo desta forma sua integridade física e mental. Não deseja, nem pretende formar ciclistas profissionais.
    Nestes últimos anos temos vivenciado o retorno de grande número de pessoas ao pedal, algumas delas com idades acima de 60 anos. É absolutamente claro que, respeitando cuidados básicos, voltar a usar a bicicleta é fácil, um surpreendente prazer, e uma revolução de melhora na qualidade de vida. São conhecidos os benefícios que a bicicleta, quando usada corretamente, pode dar, principalmente para adultos:

  • ciclistas vivem aproximadamente 4 anos a mais que não ciclistas

  • a qualidade geral de vida de um ciclista é melhor que a de quem usa outros modos de transporte, principalmente se comparado aos motorizados

  • ciclistas tem uma diminuição sensível com custos de saúde (Dados acima - pesquisa UNESCO)

  • ciclistas são mais produtivos que usuários de veículos motorizados

    Cada idade uma realidade

    Há uma maneira correta de fazer um exercício ou praticar esporte para cada faixa etária. Quem tentar usar seu corpo fora da realidade da sua idade vai se machucar.
    Mas o envelhecimento traz uma imensa vantagem: ficamos mais sábios.

  • se você não foi grande ciclista, ou só pedalou quando criança terá uma surpresa: pedalar será muito melhor que antes.

  • os valores mudam; o que valia ontem provavelmente não vale hoje.

  • vá com calma que seu corpo se adapta.

  • quer emagrecer rapidamente? Alimente-se corretamente e ande a pé ou aprenda (com um técnico) a correr. A bicicleta equilibra o corpo, a mente, fortalece a musculatura, dá resistência, emagrece um pouco, mas emagrecer não deve ser o objetivo de quem pedala.

  • acima dos 40 anos é bom fazer exames prévios. No mínimo é recomendável pelo menos conversar com seu médico sobre possíveis cuidados especiais (se houverem).
     
  • voltar a pedalar sem se machucar

     
    Para voltar a pedalar bem é bom respeitar:

  • a sua idade atual

  • o tempo que você ficou parado

  • a condição física em que você se encontra no momento

  • consciência do estágio de sua habilidade e coordenação motora

  • o seu estado psicológico do momento

  • consultar o médico e um especialista em bicicletas

  • ouvir o que a família e os amigos dizem, pelo menos para não criar atritos

    Portanto, começar aos poucos!

    Regra zero: recomece com uma bicicleta correta para seu físico (altura e peso atual) e sua condição física.
     

  • nível esportivo

     
    Obrigatório:

  • exames físicos apropriados e completos

  • acompanhamento médico

  • programa de treinamento estabelecido por especialista

  • e o mais importante: manter-se informado com muita leitura
     
  • cuidados necessários

     
  • começar toda e qualquer pedalada devagar para o corpo esquentar

  • considerar a temperatura e a umidade do dia

  • no frio, fazer aquecimento prévio

    Utilize sempre

  • hidratação constante

  • óculos protetor

  • capacete com aba ou chapéu

  • luvas

  • bermudas acolchoadas

  • bloqueador solar

  • não deixe de passar um creme hidratante nas nádegas

  • telefone celular
     
  • dicas importantes para qualquer ciclista

     
    1. use o bom senso

    2. bicicleta sempre em perfeitas condições de uso

    3. pedale sempre usando roupas leves, claras e ou chamativas

    4. inicie a pedalada devagar, atento, mas relaxado

    5. respeite a lei, os outros e muito em especial os pedestres

    6. nunca pedale na contramão, que é a situação mais perigosa para o ciclista

    7. 95% dos acidentes acontecem nos cruzamentos, portanto todo cuidado é pouco

    8. mantenha distância dos obstáculos a sua direita: do meio fio e de portas de carro que podem abrir

    9. antecipe os acontecimentos - olhar e atenção lá na frente

    10. sinalize suas intenções com antecedência

    11. estabeleça contato visual: olhe nos olhos e saiba o que ele vai fazer

    12. seja o mais suave possível - não freie ou faça movimentos bruscos

    13. equipamento de segurança

    14. pense sua vida de maneira sadia: hidratação constante; alimentação e alongamentos corretos; dormir bem e ser feliz!

    15. brigar? Jamais!

    Bem vindo de volta, ciclista.
     

    capítulo 4: pedalar no trânsito »
    Escola de Bicicleta - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta página sem prévia autorização. Política do Site »